Negra Jhô, Um dos pseudônimos mais conhecidos que emprestam o seu prestígio ao nome de Valdemira Telma, está provocando uma verdadeira revolução no mundo estético do que se convencionam chamar de cabeça feita. É assim que o mundo recebe a arte das tranças, torços e turbantes criados de forma genial por Negra Jhô. Filha de Ogum com Iansã, Avó de uma neta, Mãe de dois filhos e dezenas que o mundo lhe deu, Mulher, Negra, Guerreira, Ousada, orgulha-se em saber que contribui de forma eficaz para a emancipação da identidade negra e para a auto valorização da sua epiderme, resgatando a auto-estima de um povo abençoado e rico riquíssimo em cultura. “Sem luta não há vitória”.
(retirado de http://negrajho.blogspot.com.br/)