Cantor / Instrumentista (percussionista).
Teve uma infância pobre, seu irmão gêmeo morreu logo após o nascimento e sua mãe fez uma promessa para São Cosme e São Damião, dos quais era devota. Aos três anos de idade foi mascote do bloco afro Badauê, em Salvador (BA). Aos quatro, tocava bongô em algumas apresentações. Ligado ao candomblé, aprendeu a tocar atabaque no terreiro. Ainda menino, chamou a atenção de Carlinhos Brown, que o levou para a Timbalada. Aos 11 anos de idade regia 250 timbaleiros. Aos 17 anos participou como percussionista da gravação do CD “Livro”, de Caetano Veloso, artista que acompanhou por nove anos. Em 2000 formou a banda Psirico, com a qual lançou seu primeiro disco “Psirico – O furacão da Bahia Ao Vivo”, em 2004.