Fotógrafo baiano, Adenor Gondim, tem uma trajetória de cerca de 50 anos dedicados à fotografia e é reconhecido como um dos principais documentaristas do país, em especial por sua dedicação ao “jeito de corpo e da alma do povo da Bahia, suas festa profanas e religiosas”, como ele costuma dizer.